Documentos mostram que Trump pagou quase o dobro de impostos do que socialista Bernie Sanders

Documentos mostram que Trump pagou quase o dobro de impostos do que socialista Bernie Sanders

Os apoiadores de Donald Trump seguem massacrando moralmente a esquerda norte-americana depois do papelão de Rachel Maddow nesta terça (14). Leia mais aqui.

Outro que se deu mal foi Bernie Sanders, que durante as primárias andou dizendo que Trump e seus amigos “não pagavam uma quantidade justa de impostos”.

Porém, a declaração de Trump mostrou que ele pagou 25% de toda sua renda em impostos em 2005.  Já a declaração de Bernie Sanders, atualizada em 2014, mostrou que ele e a esposa tiveram uma renda de $205,271 naquele ano. Considerando que fizeram $8,350 em doações para caridade e pagaram $27,653 em impostos, isso significa uma taxa de 13,5%, ou seja, pouco mais que a metade do que Trump pagou. As informações são do The Blaze.

Que vergonha, Bernie…

COMENTÁRIOS

WORDPRESS: 3
  • comment-avatar

    Antes que alguém diga “Claro, Trump é muito mais rico que Sanders”, leia e preste atenção:

    Trump pagou PROPORCIONALMENTE quase o dobro de impostos do Bernie Sanders

    • comment-avatar
      Sorumbático 3 meses

      Dizer simplesmente que Trump pagou proporcionalmente o dobro que Sanders é muita sacanagem. Maldade mesmo. Esquerdista de boa cepa mesmo, não sabe fazer contar além dos dez dedos essa história de comparação de porcentagens vai acabar dando nó no tico e teco deles. Talvez melhor seria desenhar!

  • comment-avatar
    Juca 3 meses

    Três dias e nenhum comentário sobre o massacre do Holiday pelo esquerdista Pannunzio (https://www.youtube.com/watch?v=Xq5FL_S3caI) evento bastante pertinente, diga-se de passagem, aos propósitos educacionais do blog, sobretudo em como lidar com uma “marcação incisiva” da imprensa.
    É impressão minha ou quando alguém do MBL se complica, suas falhas na guerra política não são expostas nem cobradas? Você, que se diz um “Bolsocético”, (algo bastante saudável, ressalte-se), é, também, um “MBLcrédulo”?