Doria vai se enrolar se não se livrar de Alexandre Schneider na pasta da Educação

Doria vai se enrolar se não se livrar de Alexandre Schneider na pasta da Educação

A essa altura todos já devem saber do imbróglio envolvendo o prefeito paulistano João Doria, o Secretário da Educação Alexandre Schneider e o vereador Fernando Holiday, do DEM e também líder do MBL, mas não custa lembrar como a coisa toda começou.

Holiday resolveu, há alguns dias, exercer seu direito como vereador eleito por 48 mil votos e fiscalizar uma escola pública de São Paulo. A ideia era averiguar qual o conteúdo passado, conversar com os alunos e professores e descobrir se ocorria doutrinação ideológica nas salas de aula. O vereador está certíssimo em querer fazer isso, e é um direito garantido a ele pela Lei Orgânica da cidade.

Mesmo tendo sido bem recebido pelos profissionais, e mesmo que o incidente não tenha causado transtornos em si, a reação da extrema-esquerda foi clara: tentar censurar ou desmoralizar o ato de Holiday. Isso, portanto, já era de se esperar. A extrema-esquerda é hábil nessa arte de acusar os outros daquilo que ela mesma faz, e para eles só quem tem o direito de ocupar espaços públicos com finalidades políticas são eles próprios, não seus adversários. O que realmente surpreendeu foi a atitude de Schneider, que em certo momento resolveu tomar partido das reclamações feitas pelo PSOL e atacou a atitude de Holiday tratando-a como algo ilegal ou impróprio…

A partir desse ponto é que a coisa ficou realmente tensa, pois Holiday e outros membros do MBL rebateram o secretário, bem como cobraram uma postura do prefeito. Com o passar dos dias, essa pressão ficou mais intensa ainda, e outros grupos resolveram se envolver para cobrar de João Doria a demissão de Schneider, uma vez que ele se posicionou, com todas as letras possíveis, a favor da doutrinação escolar, que Doria diz ser contra.

Os dias passaram, muitas discussões e trocas de farpas aconteceram, até que Alexandre Schneider resolveu pedir demissão do cargo por não achar que gozava da liberdade profissional que gostaria de ter – ele queria ficar do lado do PSOL e achou que isso o deixaria incólume. Doria, entretanto, foi na direção oposta e traiu a confiança de seus aliados e até mesmo de seus eleitores, não aceitando a demissão de Schneider e mantendo-o como secretário mesmo após uma postura indefensável.

Isso, é claro, gerou ainda mais brigas, e serviu como uma das primeiras razões para se atacar Doria de forma realmente eficaz. A direita true passou a desacreditá-lo, uma vez que ele vacilou ao deixar um sujeito que apoia o PSOL em uma das pastas mais importantes da cidade, e de quebra houve esquerdistas conhecidos como Dimenstein elogiando sua postura diante do caso, o que só aumenta ainda mais o problema.

O fato é que esta é uma atitude reprovável, especialmente porque se esperava de João Doria ao menos o mínimo da coerência. O discurso dele, de repente, deixou de andar ao lado das ações, o que gera desconfianças. As pessoas vão, invariavelmente, começar a questionar se fizeram mesmo a coisa certa ao confiarem tanto assim no prefeito, o que é normal. Mas se Doria não se livrar de Schneider é certo que este problema está bem longe de ser resolvido.

COMENTÁRIOS

WORDPRESS: 5
  • comment-avatar
    romulo_sjc 6 dias

    E a máscara do “New-tucano” vai caindo cada vez mais- Até aqui só sabemos que o Doriana só serve para chutar cachorro morto como Haddad e Lula e o PT….. Chamar Lula de ladrão e corrupto nessa altura do campeonato é muito fácil – Colocar um sujeito desses na Presidência é vender o País aos “Globalistas financiados por Soros”

  • comment-avatar
    Leandro Campos 6 dias

    Não só dele, outros secretários são militantes da esquerda e achei um erro chama-los
    Aquela Soninha é uma, apesar que ela está quietinha, talvez esteja precisando ganhar dinheiro, mas sempre corre o risco de falar alguma bobagem e acabar recaindo sobre o Dória

  • comment-avatar

    Na verdade, na mesma medida que isso é ruim para o Dória, é bom para SP: quebrando a propaganda de “prefeito herói”, vai colocar mais olhos em cima dele por parte da direita.

    Essa vontade de eleger BolsoHerói, DoriHerói, etc, tem que acabar. Qualquer um que entrar em qualquer cargo deve ser alvo de escrutínio constante por parte da população.

  • comment-avatar

    kkkkkkkkkkkk…. sites lixos como ceticismo, catacra, 247, tentam de todas as formas ferrar com gente do bem, gente que vai transformar, o medo de petistas lixos serem presos é imensuravel, questão de pouco tempo veremos lularapio na cadeia, kkkkkkkkkkkkkkkkkk
    dilma puta na cadeia, e petistas lixos trabalhando.. kkkkkkkkkkkkkkkkk
    desmonte de sindicatos, e o Brasil crescendo.