Paulo Martins e o fim do imposto sindical; Holiday e o fim da PRODAM. Duas aulas de pragmatismo político.

Paulo Martins e o fim do imposto sindical; Holiday e o fim da PRODAM. Duas aulas de pragmatismo político.

Nesta semana, o Congresso votou no fim do imposto sindical, uma das medidas mais importantes para os trabalhadores nos últimos tempos. Com isso, os sindicatos finalmente serão obrigados a representar aqueles que escolherem pagar as contribuições, e não mais atenderem a interesses sórdidos e contra os trabalhadores apenas por receberem dinheiro obtido via coerção.

A medida foi proposta pelo então deputado federal Paulo Martins, que, por ser suplente exercendo o cargo, conseguiu implementar o projeto.

Também nesta semana, o vereador de São Paulo, Fernando Holiday, conseguiu aprovar uma emenda que extingue a estatal PRODAM. A emenda foi protocolada junto ao também vereador Eduardo Tuma, e apoiada por Caio Miranda e Janaína Lima. Com isso, serão economizados 400 milhões de reais por ano.

Paulo Martins e Fernando Holiday pertencem ao MBL. As duas vitórias, uma em nível nacional e outra em nível local, demonstram essencialmente a importância de se atuar na política, pertencer a partidos políticos viáveis (que não sejam de extrema-esquerda) e realizar ações que importam politicamente.

Claro que seria muito fácil fazer a “política do feroz”. O “feroz” é aquele que se define tão “superior à política” que não integra nenhum partido representativo e com isso arruma desculpa para não fazer nada. Em muitos casos, o “feroz” até consegue impressionar algumas pessoas com seus discursos “true” no Facebook, mas nunca possui em mãos realizações reais. É puro escapismo que deve ser estudado psicologicamente.

Eu não acredito que o MBL seja um movimento perfeito. Como todo movimento atuante politicamente, é inevitável que ele terá suas contradições. Também não se pode dizer que o MBL é o único movimento a atuar politicamente, mas decididamente é o mais pragmático dos movimentos políticos da atualidade. O que importa aqui não é dizer quem é “melhor ou pior”, mas sim constatar a importância da atuação política pragmática.

É muito psicologicamente fácil dizer que “liberais hoje estão aliados aos fabianos”, mas, no fim das contas, foi de um deputado federal do MBL (liberal) que integra o PSDB que surgiu a medida (fim do imposto sindical) mais impactante contra a extrema-esquerda em décadas. Nem os militares (adorados por uma parte da direita true) fizeram isso.

E por que ambas atitudes são pragmáticas? Ora, Paulo Martins poderia ter ficado em casa e se recusado a assumir temporariamente o cargo de deputado federal pelo PSDB. Ele teria a desculpa de dizer que isso seria “impuro”. Fernando Holiday poderia fazer o mesmo. Bastaria dizer que o DEM não é um partido “puro” e ele teria uma desculpa para ficar em casa. Ambos poderiam falar grosso no Facebook e se recusarem a participar de partidos políticos que lhes dariam viabilidade para implementar medidas como as que levaram à frente. Em vez disso, optaram pela atuação focada principalmente em resultados, sem precisarem se desapegar de princípios básicos. Ao contrário, os princípios do liberalismo nos quais ambos acreditam foram levados adiante nas propostas implementadas.

É vital notar que não precisamos do purismo, mas de realizações efetivas. Claro que sempre vão existir os auto-proclamados “fodões”, que entendem que o gogó puro é melhor do que a conquista efetiva. Mas cada vez mais é preciso adquirirmos consciência de que uma direita atuante deve ser reconhecida mais por suas realizações do que unicamente por discursos.

Parabéns ao Fernando Holiday e ao Paulo Martins, bem como a todos aqueles pertencentes aos movimentos democráticos que tenham decidido atuar pragmaticamente.

COMENTÁRIOS

WORDPRESS: 12
  • comment-avatar
    Cauê 2 meses

    Texto ótimo, mas os velhos vagabundos e retardados que comentam nesse site não vão entender nada. A velharada barulhenta que vem aqui pra escrever “Bolsonazi 2018”.

    Quem comenta aqui são os mesmos que se impressionam com os “fodões de Facebook” que você cita no texto. São incapazes de entender a importância destas ações dos deputados membros do MBL. Só pensam em idolatrar o deputado do PSC que em anos nunca fez nada, e bater palma feito macacos de circo pra “fodões de Facebook”.

    A prova de que essa velharada nunca fez nada é a merda que está o país! A velharada deixou o PT governar por 13 anos! O PT só saiu da presidência graças à pressão de gente jovem, enquanto Olavo e todo um asilo insano ficava criticando e tentando desestimular.

    É um desperdício um texto bom desses aos olhos de tanto velho babaca que tá enrolando pra ir pro túmulo. Mas com certeza chegará a olhos lúcidos também, e são estes que seguirão ajudando a melhorar o país.

    • comment-avatar
      Jr 2 meses

      “velhos vagabundos e retardados”.
      “velharada barulhenta”.
      “A prova de que essa velharada nunca fez nada é a merda que está o país!”(?).
      “O PT só saiu da presidência graças à pressão de gente jovem” (?).
      “tanto velho babaca que tá enrolando pra ir pro túmulo” (?).
      “Mas com certeza chegará a olhos lúcidos também”(?).

      Frases típicas de um bobalhão infantil, mimado, enfurecido e mentalmente incapaz de perceber o óbvio.
      As coisas boas e ruins que acontecem e sempre aconteceram no mundo foram e são produzidas por jovens e velhos, homens e mulheres, negros e brancos, gordos e magros, altos e baixos, tudo isso é fato histórico.
      Os dois membros do MBL fizeram o que é certo não porque são jovens, mas por terem caráter correto.
      As pessoas fazem ou deixam de fazer algo não porque são jovens, velhas, brancas, negras, homens, mulheres ou qualquer outra superficialidade, mas devido ao seu caráter.
      O caráter é o fator determinante de todas as coisas.
      Somente um demente é que rotula as pessoas pela idade, cor, gênero e outros tipos de bobagens.
      Você entendeu ou precisa desenhar?

      • comment-avatar
        Cauê 2 meses

        Eu entendi sim, e concordo com você.

        Quem não entendeu é a velharada retardada que comenta nesse site.

        A velharada transformou esse site numa putaria, um julgamento atrás do outro, exatamente o tipo de julgamento que você condenou: rotulam pela idade, pela cor, pela sexualidade que eles imaginam que a pessoa tem, e inclusive pelo gênero, pois já vi velho brocha dizer aqui “ai, essa sua atitude é típica de mulher”, afirmando que todas as mulheres são loucas. Se você não for bolsominion, afirmam que você precisa morrer.

        Só estou tratando a velharada coroca no baixo nível que merecem. Engraçado que eles xingam e xingam, aí quando xingo de volta surge um purista como você pra dizer: “Nossa, que falta de educação”. Pra que respeitar velho que não respeita ninguém?

        • comment-avatar
          Paulo 2 meses

          Há tempos acompanho este blog, e você sem a menor sombra de dúvidas é o maior agressor que existe aqui, atacando como um louco aqueles que apenas exprimem pontos de vista discordantes. A quantidade de postagens absolutamente mentirosas que você já fez sobre sobre o Bolsonaro, que poderiam dar um belo processo, é uma enormidade. Prove que ele é nazista, genocida, homofóbico, etc.etc. PROVE, meu jovem histérico.E ainda quer rotular e agredir os outros. O Luciano deveria filtrar melhor o que é publicado aqui. Tipos histéricos e fanáticos como vocês são um desserviço para a proposta deste blog.

          • comment-avatar
            Cauê 2 meses

            Então eu sou o “maior agressor”?

            Tem um pedaço de merda, que nem vale dizer o nome, que após todo comentário meu me xinga, já fez ameaças de morte, e mesmo que o post seja sobre o preço da laranja ele dá algum jeito de dizer que quer matar todos os gays e aidéticos por “medida de saúde”. Uma vez argumentei com ele sobre uma criança que conheci que nasceu com AIDS e ele tirou sarro. Aí se eu xingo um criminoso desses, surge você (não é a primeira vez) e fala “nossa, que sem educação, que histérico”.

            O que eu deveria fazer, segundo você? Aguentar os xingamentos calado? Receber ameaça de morte e dar meu endereço? Ver ele dizendo que vai cometer crimes e tirar sarro de crianças aidéticas e dar risada? Se você acha isso engraçado, eu não acho.

            FANÁTICOS são vocês, que entendem qualquer crítica ao Bolsonaro como mentira, vide seu comentário. Engraçado que tudo dele se relaciona com matar, sangue, gente inocente morrendo, autoritarismo, discriminação, e ainda assim ele se diz CRISTÃO. Cristão de merda, como vocês.

      • comment-avatar
        Cauê 2 meses

        E outro ponto engraçado, você vem e me ataca por estar atacando a velharada coroca, mas nunca vi você se manifestar quando eles chegam aqui pra dizer que mulheres são loucas, que precisa haver uma lei de pena de morte pra gays (um tal de FNK estava dizendo isso dia desses aqui nesse site), xingam e ameaçam qualquer um que não siga as ideias ultrapassadas deles, inclusive não poupam ofensas ao próprio Luciano.

        MAS NÃO VI você aparecer pra atacar algum deles 🙂 só pra atacar eu, que estou reagindo a essa putaria na qual eles transformaram a parte de comentários nesse site. Tem medo deles?

        • comment-avatar
          Rubio de Silva 2 meses

          As pesquisas mostram que são os mais jovens e com mais educação formal os eleitores do Bolsonaro.

          • comment-avatar
            Cauê 2 meses

            As mesmas pesquisas que falavam que o Doria estava em 4o lugar nas eleições para a prefeitura? Ou as mesmas pesquisas que indicam a preferência de Lula para 2018, aquele velho cachaceiro que não pode nem sair na rua sem tomar vaia?

            Conheço apenas DOIS “jovens” (quase 30) que gostam de Bolsonaro, mas são olavetes. De resto, o outro único bolsominion que eu conhecia passou a abominar quando viu aquele vídeo no qual Bolsonaro diz que é preciso “matar uns 10 mil no Brasil, inclusive pessoas inocentes”. Desde então, como eu, declara: voto nulo mas não voto num assassino. Se vocês gostam de assassino, não são tão diferentes da Maria do Rosário.

        • comment-avatar

          Cauê, não é bom para o seu discurso estereotipar seu alvo. Poderia ter se saído muito melhor se não tivesse feito isso. Você vai tomar rechaçadas sim, e com razão, por causa disso.

          Se você ao menos tivesse acertado o alvo, sem estereotipá-lo, haveria muito pouco para questionar no seu discurso.

          Em suma, você mesmo criou seu maior rival.

  • comment-avatar
    dagc 2 meses

    Caue, voce esta errado.

    Mudando de assunto, luciano ayan, verifique o video que o silvio santos fez com panico, sobre a rachel sheherazade. Silvio realmente calou ela… Censura por politica. Fim da sbt.

  • comment-avatar

    Em suma: não defenda alguém apenas pelo que diz, e sim pelo que faz.

    Seu candidato diz tudo o que você quer ouvir? Qualquer um faz isso, é tática para ganhar voto.

    Agora ele FAZ o que você quer que ele faça?

    Claro que temos uma raça de “torcedores de candidatos” que consegue criar um alucinação. Esses deveriam se perguntar: “Seu candidato ao menos disse isso que você acredita que ele fará?”

    Não é preciso ser um gênio científico para saber quem (de esquerda e de direita) sofre desse tipo de idolatria…

  • comment-avatar
    Carlos 2 meses

    Cauezinho é um jovenzinho histericuzinho, galera! Tenham paciência com ele. É só um aborrecente revoltadinho com a falta de sucrilhinhos. Porque, coitadinho, além de aborrecente, é pobre, analfa, gay, feio e aidético. Eu agora sou o maior defensor do Cauezinho.