Violência extrema contra eleitor de Trump é um caso claro de psicopatia esquerdista

Violência extrema contra eleitor de Trump é um caso claro de psicopatia esquerdista

Não é a primeira vez, mas que se tenha conhecimento é até agora o caso mais grave.

Como já publicamos aqui mais cedo, quatro esquerdistas de Chicago, eleitores de Hillary Clinton, sequestraram, torturaram e agrediram de forma violenta um rapaz que teria votado em Donald Trump. Tudo isso aconteceu esta semana, após a virada do ano. O detalhe é que o rapaz agredido tem problemas de saúde mental, o que fica perceptível ao assistir o chocante vídeo que mostra as agressões.

Em dado momento, dá para ouvir um dos agressores gritando “Fuck white people”, mas a polícia de Chicago ainda investiga as motivações do crime. Até o momento sabe-se que havia pelo menos quatro envolvidos e que o garoto pode ter sido raptado no dia 31 de dezembro, quando foi visto pela família pela última vez. Abaixo, dá para ver um dos vídeos.

Só para deixar claro, nós não estamos falando de uns tapas no rosto e humilhação psicológica, como já vimos em outros casos. Também não estamos falando de um espancamento, como ocorreu com um senhor de idade logo após a vitória de Trump. Falamos, isto sim, de um caso em que um rapaz com problemas mentais foi sequestrado, mantido em cárcere privado, torturado, humilhado e fisicamente agredido de diversas formas. Em um dos vídeos que foram publicados na internet, dá para ver um dos agressores arrancando um pedaço do couro cabeludo da vítima com uma faca, isso tudo enquanto uma garota filma e dá gargalhadas.

Esse é o nível de psicopatia que os apoiadores de Hillary atingiram. É este o nível de comportamento desumano e cruel que a extrema-esquerda queria alcançar. Não se engane. Alguns vão dizer que isso não prova nada, que nem todo eleitor de Hillary é assim e que “não é culpa da esquerda”… Mentira. Todos os atos e discursos feitos nos últimos anos, todas as medidas tomadas, todo o comportamento das lideranças de partidos e movimentos de extrema-esquerda e todas as narrativas criadas fizeram com que coisas como esta chegassem a acontecer.

A extrema-esquerda cria discursos de violência que sempre disfarçar com poeminhas e palavrório bonito, ela sempre legitima a violência contra seus opositores tentando criar justificativas para ela. O fato é que os eleitores de Hillary que atacaram o rapaz do vídeo são não apenas o fruto daquilo que o Partido Democrata é, eles são a própria essência. Tudo foi cuidadosamente planejado para colocar as pessoas umas contra as outras, e isso já está funcionando. O objetivo desses grandes políticos e líderes de movimentos é que seus militantes sirvam como uma milícia agressiva, assim eles conseguem colocar seus planos em prática.

Casos como este ainda vão acontecer aos montes, infelizmente.

COMENTÁRIOS

WORDPRESS: 5
  • comment-avatar
    emersonluispsy 2 semanas

    E as polícias francesa e alemã ainda estão investigando a motivação dos sujeitos que mataram dezenas de pessoas, gritando “Alá é Grande!”.

  • comment-avatar
    elianemoura 2 semanas

    Pq vc não diz que os agressores são negros? Eles já foram acusados de uma penca de crimes, inclusive hate crime. Li na Fox news.

  • comment-avatar
    fnd 2 semanas

    “Em dado momento, dá para ouvir um dos agressores gritando “Fuck white people”, mas a polícia de Chicago ainda investiga as motivações do crime.”

    Tá fazendo parodia com jornalismo de esquerda né? Só pode.

  • comment-avatar

    Esquerdopata bom é esquerdopata morto!

  • comment-avatar

    […] Violência extrema contra eleitor de Trump é um caso claro de psicopatia esquerdista […]